Todos os post de Igor Abade

Igor Abade V. Leite (igoravl@mvps.org) é Microsoft MVP (Most Valuable Professional) de Visual Studio ALM e palestrante em diversos eventos Microsoft (TechEd Brasil, Microsoft Community Days, VSTS Rocks Day, dentre outros), além de autor de artigos em revistas e sites como o MSDN Brasil. Desde março de 2011 é um dos sócios da Lambda3. Nas horas vagas adora curtir sua esposa Sabrina e seus filhos Heitor e Álvaro. Siga-o no Twitter @igorabade.

Entenda o licenciamento do Visual Studio Online

Você já ouviu falar do Visual Studio Online? O serviço é excelente, mas você sabe quanto custa? Convenhamos: licenciamento nunca é algo fácil de se entender. Quando envolve uma nova oferta então – como é o caso do Visual Studio Online – as coisas só complicam. Por outro lado, não dá para fugir dessa discussão. Para garantirmos que nossa empresa está devidamente licenciada (e não está desperdiçando dinheiro pagando mais que o necessário), precisamos entender exatamente como Continue Lendo →

EPM? Pra quê?! Usa o TFS!

Você conhece o Microsoft Project Server (também chamado de "EPM")? Gostaria de usá-lo na sua empresa para gerenciar projetos de software? Depois de ler este post talvez você mude de ideia... Sei que o título deste post pode causar alguma polêmica – mas acredite, é por uma boa causa . Frequentemente nossos clientes de ALM perguntam sobre o tal do “EPM” (quando, na verdade, eles querem mesmo é falar do Microsoft Project Server). Aliás, engraçado como EPM acabou virando sinônimo Continue Lendo →

Automatizando builds no TFS: além do Team Build

Recentemente o amigo e ex-Lambda3 Osmar Landin iniciou uma série de posts sobre o Jenkins. Apesar de ele normalmente escrever sobre TFS, essa nova série de posts teve uma motivação mais do que justa: Nem todo mundo pode (ou quer) usar o TFS. Às vezes a melhor (ou a única) solução é partir para um stack open-source. Nesses casos, o que usar para automação de build? A resposta dele a essa pergunta foi "Jenkins". Se você se identificou com essa situação, deve ler sua série de posts. Continue Lendo →

Como automatizar builds no Windows XP com TFS 2013

A inspiração deste post veio da necessidade específica de um de nossos clientes. Ele tem um enorme sistema de ERP escrito em Delphi e que estamos trazendo para dentro do TFS. Até aí, nada de mais. Não fosse um "pequenino" detalhe: Versões mais antigas do Delphi - como 5, 6 ou 7 - têm problemas de compatibilidade com novas versões do Windows. Por isso, um agente de build capaz de compilar aplicações Delphi depende do Windows XP. Ignoremos por um segundo o fato de que o Windows Continue Lendo →

Erro: Parâmetros de Build não aparecem no TFS 2013

Se você estiver usando o Visual Studio 2013 RTM e o TFS 2013 RTM, ao agendar um build vai reparar que a lista de parâmetros virá em branco: Esse é um erro conhecido e que só acontecer com a combinação Visual Studio 2013 RTM + TFS 2013 RTM. Veja mais informações em http://blogs.msdn.com/b/visualstudioalm/archive/2013/10/18/visual-studio-2013-tfs-version-control-build.aspx. Como corrigir A Microsoft liberou um hotfix que resolve esse problema. Baixe-o em http://download.microsoft.com/download/6/C/D/6CD8507E-E11A-46DC-AE13-663ECAB66E18/VS12-KB2898341.exe. IMPORTANTE: Continue Lendo →

Adicionando novas definições de browser ao Visual Studio Web Performance And Load Test

Se você já usou as ferramentas de Teste Web do Visual Studio Ultimate (Web Performance Test e Load Test), provavelmente já deve ter visto uma caixa de diálogo similar a esta logo acima. Com ela, é possível indicar qual navegador será simulado durante seus testes. Isso é particularmente útil para aplicações Web que tenham renderização condicional – ou seja, que geram HTML específico para um dado browser. Simular vários browsers permite, portanto, exercitar esses vários mecanismos Continue Lendo →

Erro “An activated full version of Visual Studio Ultimate is required” ao rodar testes de carga no VS 2013

Recentemente o Giovanni Bassi passou por uma situação que merecia ser registrada (para não nos esquecermos no futuro ). Ele está usando o Visual Studio Ultimate, em conjunto com o recurso de Teste de Carga na Nuvem do Visual Studio Online para testar um projeto de um dos clientes da Lambda3. Os primeiros testes dele – com 100 usuários virtuais – funcionaram sem maiores problema. O “enrosco” começou ao tentar subir o número de usuários virtuais para 500. Foi quando ele se deparou Continue Lendo →